22/12/2009

Então é Natal...

E eu quero desejar Boas Festas a todos vcs !!!!

Que o Bom Velinho venha renovar nossas esperanças
Por que mesmo não sendo mais crianças
Vale a pena entrar nesse espirito festivo e se deixar levar por essses sentimentos, talvez fora de contexto, talvez exagerados...
Mas enfim, que bom, que pelo menos 1 vez no Ano algumas pessoas se tornam menos piores ;)

E como o principal dessa data é claro o nascimento de Jesus, vou postar um poema sobre O CARA! Não é Natalino, rs... Mas tá valendo!

E é isso ai galera!
Juizo !
Se beber NÃO DIRIJA e aproveitem a vida!!!
Por que o que importa é Ser Feliz!!!
Esses são meus humildes votos!


AninHA


Com Jesus
A vida deixa de ser
Só vida
Só rotina
Só lamentações
E conseguimos
em tudo ver poesia
Tirar alegria
Aprender lições

Com Ele a vida é
menos tediosa
E é possivel enfrentar
o que vier pela frente
Por que com Ele
até mesmo a luta
tem um "que" diferente




Se a Ele sa vida você confiar
Saibas que mesmo
Se as lagrimas insistem em cair
Você tem Ele pra e consolar
E pra te fazer
novamente
SorriR
=)

   Ana Suely Marques
* TODOS OS DIREITOS RESERVADOS *

09/12/2009

Procuro em tantos braços o abraço que você insiste em não me dar
e não me acho em ninguém
nem sei se você se encaxaria nesse caos
Mas eh contigo que gostaria de gastar meus beijos

vc me confunde
me instiga
me exita
e eu queria te dar ate o amanhecer
e vc nem aparece pra dizer um oi
nem me deixa te conhecer melhor

e em outras bocas eu afogo essa vontade louca
e continuo com minha roupa
por que so vc me deixa com vontade de tira-la

mas a unica coisa que posso tirar
eh vc da minha vida

e ela tornar-se-a novamente vazia

entao ate outro dia

Ana Suely Marques
*TODOS OS DIREITOS RESERVADOS*

--------------------------------------------------------------------------
Esses homens, viu... Vou te contar!

Um beijão e ótimo fim de semana pra todos vcs meus amores!!!!!!!
(Tah eu sei q ainda eh quarta, e q essa semana folgo na quinta e na sexta! Rss)

04/12/2009

 entre tantos
delirios

sonhos
ilusões

Entre tantos
corações partidos
desafetos
desilusões

Entre o caos
e o desespero

a agonia e
a dor

entre tanto
tempo perdido

encontrei o amor.

ele se mostrou belo
só depois vi
a verdadeira face

entre sussurros e beijos,
caricias e promessas


deixou cair
o seu disfarce


e tudo voltou ao que era
nad ade sonhos
nada de quimeras


e pra mim tanto faz

se tiver

VOCE



posso viver no caos
posso até morrer

30/11/2009

Será que eu já posso enlouquecer...

... ou devo apenas sorrir?

-------------------------------
Decididamente, desaprendi as regras do jogo!

Alias que regras são essas?
Elas mudam conforme o oponente...
E nunca são reveladas de cara...

JOgar esse tal jogo do amor, é com certeza a aventura mais radical que alguém pode se submeter... É como navegar em aguás profundas, você pode se dar bem se estiver bem preparado, mas pode simplesmente se afogar!!!! Mas se preparar para uma navegação me parece mais simples, embora não entenda bulufas do assunto! Rsss
Mas é possivel aprender "a coisa"...
Mas com o amor?
Não há o que aprender...
Há o que viver!

EU quero enlouquecer!!!
Cansei de sorrir

(Sò mais um post sem pé nem cabeça, mas quem sabe, sabe do q eu to falando!!!)

12/11/2009

MEU CAOS ?

Este caos que está em mim,
É meu.
Mas não sou eu.
Essa confusão,
Essa desarrumação.


Tudo é fraguimento...
É vestigio
É eco do pretérito
É elo sobrevivente


De algo que já fui.
De algo que se foi.


E eu abdico de tudo isso,
Abro mão desse ter,
Nego esse ser.
vomito tudo!
Escarro pra fora...
Pra sempre.


E em troca:
Só quero ser feliz

* Ana Suely Marques*
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

08/11/2009

Àquele homem

Àquele homem;
que me faz suspirar.
Me tira dos trilhos,
me faz estremecer

Àquele homem;
Cheio de mistérios,
que me tira do sério
Me faz lhe querer.

Àquele homem;
que simplesmente chega,
me mostra que me deseja,
e deixa tudo no ar...

Àquele homem;
Díficil de agarrar, domar.
Fazer-se abrir,
Fazer-se render...

Sim, eu quero você
Com tudo o que junto vier
Quero ser
Àquela mulher !!!!

* Ana Suely Marques *
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

30/10/2009

Poetas se alimentam
De amores improváveis,
De histórias malucas,
De sonhos,
De ilusões.

Poetas são intensos;
Exagerados!
Dados a amores,
E paixões.

Poetas se usam
Do sofrimento,
Da dor.

Poetas são considerados
Mensageiros do amor

E muitos dizem,
admirados:
"Que talento, que dom"
Mas não sei se viver
atordoado
É assim tão bom
Vivemos com uma mente
borbulhante;
Idéias e delirios nos perseguem
A todo instante.

Vivemos com
O coração na boca,
E a alma solta
nesse mundão...

Somos presas fáceis,
dessa falsa
a Paixão.

Amigos da Insônia,
Companheiros da
Melancolia,
Desfrutamos de raros
momentos
de calmaria.

Em tudo vemos flores
Mas nossas vidas
Não são
flores...

O preço da inspiração,
Meu caro:
São espinhos
no coração.

*Ana Suely Marques*
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

27/10/2009

Vida corrida vida

vida sem fronteiras
barreiras
eiras e beiras
vivendo e desfrutando
degustando
experimentando
andando
viajando
voando alto
pé ante pé
roda após roda
dia após dia
por que os dias
não precisam ser
soh mais um dia
e a vida
eh mais que vida!

Ana Suely Marques
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

07/10/2009

Você não entenderia...

Sou muitas em uma
E não sou ninguém
Sou poema
Sou prosa
E sou romance também

Sou aquela que ama
Que sem luta
se entrega
E que vive a espera
De um GRANDE amor

Sou aquela que chora
e ri sem motivos
Que tem muitos amigos
E não tem
ninguém

Aquela, que mesmo sendo frágil
É uma fortaleza
E que vê beleza
Onde ninguém mais, vê

A boazinha, (quase boba)
A vilã,
A menina má.

A bandida,
A mocinha,
A romantica,
A Aninha!

*Ana Suely Marques*
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

04/10/2009

desabafo a meia noite

A questao não é a aparência
É a quimica,
É o jeito
É uma coisa q não da pra explicar!

Ele me envolveu em suas redes de sedução...

O conheci,
e o q ele mostrou ser
está perto da perfeição pra mim!
Da perfeição imperfeita que eu procuro.

Poderia morrer de amor por ele
Poderia viver a vida toda com ele
Poderia apenas fazer sexo com ele
Poderia ser soh amiga dele
Poderia ser qq coisa q ele quisesse que eu fosse
(dentro de certos parametros, claro)

Só queria ter a chance de conviver mais com ele
Pra saber como ele eh de verdade

Pra ve-lo de mal humor
Pra assistir um filme com ele
Pra ficar bebada do lado dele
Pra viajar na moto dele
Pra ficar olhando-o contar suas aventuras
Pra me perder no oceano de seus olhos

sei lá

Vejo as coisas e tenho vontade de falar com ele,
de contar como foi meu dia...

Eu não tenho nem essa oportunidade,
de falar essas coisas pra ele
Muito menos
de contar o que ele dispertou em mim

Não sei se ele é o tipo de cara que gostaria de ouvir isso...
Sei que é o tipo de cara que eu queria ter do meu lado
que eu gostaria de estar agora
deitada a toa do lado dele
acordar com ele
fazer nada
e tudo
COM ELE

Mas ele é esse espirito livre!
sei que nunca vou te-lo pra mim

Msm assim agradeço a quem quer que seja, por ter tido a oportunidade e felicidade de conhece-lo !

É meio q uma faca de dois gumes, ao mesmo tempo q sinto q devo deixa-lo livre p voltar se (e quando) quizer, acho q devo ir atrás dele, demonstrar que EU QUERO ELE !

As vezes acho que ele gostaria de ouvir isso...
Fico imaginando sua provável reação
e chego a conclução q achar q ele ta fugindo de mim por achar q sou o tipo de mulher por quem ele poderia morrer de amor é simplesmente ridiculo !!!

Melhor eu ir dormir, e torcer pra acordar e não pensar mais nele!

(PS: E a aparência dele, aiaiaiiaia! O que é akilo??? Rsss)

03/10/2009

Mais leitura...

Acho que em agosto se não me falaha a memória, tive uma experiência interessantissima, fui ao Sesc aki de Pira, dar um passeio para conhece-lo, claro que não podia deixar de passar pela biblioteca, neh?
Folheei alguns livros...
Lembram de uma poesia minha que postei recentemente:

"Borbulham em minha mente palavras sem sentidos
Vindas do além, ditas por ninguém..."

O começo do livro :

Não tinha como eu não ler!!!!

"Meu cérebro está fervilhando. Centenas de novas ideias borbulham, elas simplesmente jorram"

"... mais uma vez minha cabeça está cheia de vozes..."

Sentei-me por volta ds 15h numa ds mesinhas, sai as 19h0 para comer um misto quente na cantina e retornei. Só sai as 20h55 exatamente! Quando terminei de ler o livro...

Sim o livro é envolvente, é cativante, é delirante...



"... mais uma vez minha cabeça está cheia de vozes..."
Talvez eu seja meio fora do cabo, sei lá, mas foi maravilhoso passar a tarde toda lendo esse livro que fala da vida de um cara que tinha muitas ideias mas não queria ser escritor... Sò nisso ele difere de mim, rsss! Em outras coisitas mais também... Mas de qq forma tá dada a dica:

O Vendedor de Histórias de Jostein Gaardes, sim ele é o escritor do Mundo de Sofia... Confesso que nunca consegui ler esse livro, rsss...


Depois li este livro ao lado!

Ouvi falar dele lá no Ajuntamento, e outr dia quando eu estava passando na frente de um Sebo eis que o vi em destaque !!! Comprei-oo então !!! Rsss.
Ótima aquisição, por que com certeza lerei outras vezes.

Faz uma exelente comparação entre as coisas que Jesus falou com a terapia...

Estilo auto-ajuda...

Confesso não ser muito fã desse tipo de leitura, mas esse vale a pena!


Publicar postagem

Agora estou lendo

Dezamores

Uma coletanea de contos e poemas, resultado de uma oficina virtual do Sesc.

Bom ! Poemas legais, Contos interessantes...
Vale a pena tb!

Acho que em agosto se não me falaha a memória, tive uma experiência interessantissima, fui ao Sesc aki de Pira, dar um passeio para conhece-lo, claro que não podia deixar de passar pela biblioteca, neh?
Folheei alguns livros...
Lembram de uma poesia minha que postei recentemente:

"Borbulham em minha mente palavras sem sentidos
Vindas do além, ditas por ninguém..."

O começo do livro :

Não tinha como eu não ler!!!!

"Meu cérebro está fervilhando. Centenas de novas ideias borbulham, elas simplesmente jorram"

"... mais uma vez minha cabeça está cheia de vozes..."

Sentei-me por volta ds 15h numa ds mesinhas, sai as 19h0 para comer um misto quente na cantina e retornei. Só sai as 20h55 exatamente! Quando terminei de ler o livro...

Sim o livro é envolvente, é cativante, é delirante...

Talvez eu seja meio fora do cabo, sei lá, mas foi maravilhoso passar a tarde toda lendo esse livro que fala da vida de um cara que tinha muitas ideias mas não queria ser escritor... Só nisso ele difere de mim, rsss! Em outras coisitas mais também... Mas de qq forma tá dada a dica:

O Vendedor de Histórias de Jostein Gaardes, sim ele é o escritor do Mundo de Sofia... Confesso que nunca consegui ler esse livro, rsss...


Depois li este livro ao lado!

Ouvi falar dele lá no Ajuntamento, e outr dia quando eu estava passando na frente de um Sebo eis que o vi em destaque !!! Comprei-oo então !!! Rsss.
Ótima aquisição, por que com certeza lerei outras vezes.

Faz uma exelente comparação entre as coisas que Jesus falou com a terapia...

Estilo auto-ajuda...

Confesso não ser muito fã desse tipo de leitura, mas esse vale a pena!




Agora estou lendo:

Dezamores

Uma coletanea de contos e poemas, resultado de uma oficina virtual do Sesc.

Bom ! Poemas legais, Contos interessantes...
Vale a pena tb!


Um beijão pra todo mundo e um otimo fim de semana !!!

30/09/2009

Oceanos - 12º capitulo

No dia seguinte Alexia já tinha alterado seu status do orkut para solteira e tinha deixado apenas 1 foto nossa com a seguinte legenda: "Uma parte importante da minha vida"

E o msn dela estava assim "Vamos que vamos, a fila tem que andar!"

Aquela atitude me deixou triste, ainda tinhamos muito o que conversar, mas ela não me respondia no msn e não atendia o celular.

Com todas essas evid~encias não demorou muito para o pessoal saber do que ocorrido, mas eu mesmo ainda não tinha processado a idéia... Ainda não tinha me convencido de que era definitivo o rompimento.

A noite eu sai com o pessoal, já tava tudo certo de irmos no Paschoal e eu não ia dar pra trás, não é da minha natureza. Mas depois disso fiquei um tempo recluso, só na minha. Não estava triste, mas também não estava em clima de sair.

Mas o povo não queria saber!

A Nina sem querer, querendo, conseguiu unir a galera da mesma forma de antes e isso fazia com que todos se preocupassem uns com os outros.

Sabe como são os amigos, era o telefone tocando, e-mail's, torpedos, mensagens no msn deixadas mesmo quando eu estava off-line...
Sem contaros scraap's!

Eles queriam que eu saisse "daquela" e voltasse a sair com eles, mas eu nunca aceitava nenhum convite...

Até que num sabádo, mais ou menos 1 semana e meia depois a campanhia começou a tocar sem parar, vieram todos, um a um.

Foi show ter a galera lá, pedimos umas pizzas, jogamos UNO, conversamos sem parar. A Nina como sempre o centro das atenções e eu lá na minha tentando ser natural, tentando entrar no clima.

Minha mente voava e como num estalo percebi o que aconteceu de verdade, Alexia sabia que eu amava Nina e que nunca amaria ninguém daquela forma

TODOS sabiam...

Menos Nina
Ou fingia não saber...

26/09/2009

interrogations

a tanto tempo esperei
conhecer alguém
do nada
e foi assim que te conheci
como nao ia me apegar?

mas do nada também, te perdi
como não vou te procurar?

mas do nada
pode-se fazer algo
pode-se criar algo?

era nada
nada é
nada será
não há o que pensar

mas eu penso!
penso em nada?
se não penso em nada
quer dizer que não penso?

* Ana Suely Marques*

24/09/2009

Oceanos - 11º Capitulo

Nas duas semanas seguintes a galera ficou mais unida do que nunca, cada dia íamos para um lugar diferente, ou para a casa de um de nós. A Alexia se mostrava cada vez mais irritada e com isso nossas discuções aumentavam.

Na terceira semana Alexia chegou em casa transtornada. Disse:

- Chega! Essa historinha de sair para se dispedir da Nina já deu o que tinha que dar... Eu aguentei 1, 2, 3, e não sei quantas mais vezes, ms meu limite esgotou-se!

- Calma ela só quer aproveitar a galera antes de ir e,mbora. E ir nos lugares que sempre iamos

- Ela que vá!!! Pra onde ela quizer... Mas NÓS não vamos mais.

- Você quiz dizer VOCÊ, neh?

- Não, NÓS mesmo! Eu aturei essa babaquice por duas semanas, fiz isso por você!

- Você não precisava terfeito esse sacrificio

Falei ironicamente e o olhar que ela me lançou mostrou o quão a coisa era séria.

- Marcelo, chega disso peloamordedeus! Eu fiz esse "sacrificio" por você! E agora você vai se "sacrificar" por mim! Chega desses passeios, eu não aguento mais!

Vi em seus olhos e tom de voz o quanto alterada ela estava, ela tremia e segurava o choro.
A abracei e lhe dei um beijo na testa e falei para ela não ficar daqule jeito, afinal era com ela que eu tava, não era?
Isso só fez as coisas piorarem ainda mais, ela se desvincilhou dos meus braços, me olhou nos olhos e perguntou:

- Você me ama Marcelo?

Amor? Eu gostava muito dela, da companhia dela, de conversar com ela e fazer amor com ela, com certeza ela era muito especial, mas ama-la? Não sei. Meu silencio a fez chorar e ir para o banheiro, lá ela ficou erca de 25 minutos e não adiantava eu bater na porta, chamar, nada disso. Quando enfim as porta se abriu seus olhos estavam secos, porém inchados e vermelhos, tentei abraça-la e lhe dar um beijo, ela colocou as mão em sua boca e fez que não com a cabeça.

Pensei em lhe dizer que a amava sim, mas sei que não adiantaria mais nada...

Ela se foi e eu nem pedi para ela ficar...



23/09/2009

Hoje tá mal correria aki, não vai dar para postar o romance...

A noite acho q nem vou entrar na net...

Mas amanhã eu posto!

Bjao e ótima semana p todos...

19/09/2009

Nossa o qq ta acontecendo?

Esse blog tah as moscas ultimamente, rs! Isso pq eu ate tenho postado com uma certa frequencia, mas cd vcs????

16/09/2009

Oceanos - 11º capitulo

Nina me disse ainda que ficaria no Brasil por mais 2 ou 3 meses e que queria aproveitar para dar uma de turista em nossa cidade, disse que queria ir no Museuzinho que reformaram e ela ainda não teve oportunidade de ver, queria ir no Mirante, no Zoológico e marcar de ir no rodízio com a galera.

Ela não parava de falar!!!

Mas o que me chamou a atenção é que seus planos e entusiasmos estavam voltados para o que ela faria antes da viagem, não falou quase nada sobre a viagem em si, sobre a família que iria hospeda-la nem sobre o curso que ia fazer.

Nos despidimos com a promessa de nos vermos mais a noite, de irmos na lanchonete de sempre pra ela comer um dogão, me disse que queria se despedir de tudo e que o "sujinho" não era a msm coisa sem mim...

Chegando em casa liguei o PC, a galera tava quase toda on line e o assunto era a viagem de nina e todos estavam confirmando a ida ao sujinho, Alexia não curtiu muito a ideia, mas foi mesmo assim, disse que sozinho que eu não iria!

Foi muito legal a turma toda reunida novamente, comendo, bebendo e conversando. Como ocorrera a tarde, Nina não falou quase nada sobre a viagem, soube por cima que foi aquele tio de São Paulo que trabalha numa agência de turismos que arrumou tudo pra ela. O pessoal tentava enche-la de perguntas, mas ela se esquivava a todo momento.

Minha suspeita estava confirmada, Nina não estava tão entusiasmada como queria demonstrar..

(Eu a conhecia muito bem!)

15/09/2009

Não queria estar tão envolvida
Mas essa alma bandida

Esqueceu de vigiar

E esse coração vira-lata
Foi logo se escancarar

E esse mente agitada
Não pensa mais
Em mais nada


E esse olhos meus
brilham ao ver os seus

E essas minhas mãos
Passam para o papel
O que tenho no coração


E eu não controlo mais
nada

* * * * * * * * * * *
Escrevi para o "feio", antes de descobrir que era canalha... (Vide post anterior...)

14/09/2009

[DesaBafo]

Você jah se envolveu com alguém com quem não sentisse nenhuma afinidade de propósito?

Alguém que inclusive vc consideraria "feio"?

Como se isso pudesse te imunizar de consequências mais graves, como se assim, vc estivesse fora da área de risco???

O duro é quando vc começa achar o feio bonito...

Pior ainda é vc descobrir que o feio é tb um grande canalha!!!!

09/09/2009

Oceanos - 10º Capitulo

Revi Nina dois dias depois, estava estranhamente linda!
Os cabelos soltos e com sua cor natural, o rosto estava mais corado, talvez maquiagem, não sei. Vestia um vestidinho solto florido que disfarçava sua atual magreza, não parecia a mesma pessoa que vi anteriormente...
Seu semblante também estava mais alegre e o brilho no olhar dela quase que estava de volta!
Ela estava saindo do despachante, com vários papéis na mão, por pouco não trombamos um no outro, bem se dependesse dela, que estava tão avoada era isso mesmo que teria ocorrido! Mas eu estava atento, estava olhando-a e acompanhando seus passos, e fui para o lado antes que ela viesse ao meu encontro.

Ela se assustou com o quase acidente, mas de tão avoada que tava nem percebeu que era eu, até que lhe falasse seu nome.
Levantou a cabeça e sorriu! Agarrou os papéis contra o peito como se não quisesse que eu visse seus conteúdo, mas controversamente (como ela o é), Nina começou a me contar do que os papéis tratavam; umas cópias de documentos, histórico escolar e outros.

Disse que não queria que eu descobrisse assim, que ia passar na minha casa para contar...

-Descobrir o que Nina

- Eu vou fazer akele curso que minha prima fez
- akele de fotografia
- Não essa prima a outra, a Carlinha
- Mas a Carlinha foi para o Canadá
- Isso mesmo!

Ela começou a falar que ia entrar no msn todos os dias para conversarmos e que também ia querer cartas. Como sempre ela não parava de falar. E eu só conseguia ouvir Vou para o Canadá! Ficar sem a nina por 6 meses, 1 ano
Logo ela que sempre gostou do Brasil e nunca teve anseios de conhecer outros paises. e essa sua prima foi fazer o tal curso de aperfeiçoamento em inglês e ficou por la, isso tem 5 anos
fiquei atordoado, não ouvi, na verdade não quis ouvir mais nada...

Minha Nina estava indo embora e eu nem sabia

Nem, tão pouco podia fazer algo para impedi-la.

--------------------------------------------------------------------

Sem novidades por aki...
Ou não

Rsss

Só pora constar:
Acho que eu gosto de brincar com fogo!!!
Bjks

07/09/2009

Poderiamos ter
algo especial
Se pra você
tudo não fosse
assim
TÃO banal...

Poderiamos viver
uma aventura
gostosa
Se eu não fosse
assim
TÃO anciosa

Poderiamos viver
um grande
e belo
amor
Se dessa palavra
você não tivesse
TANTO horror

Somos como
noite e dia
tristeza e alegria
Bala e bolo
Ameba e polvo

E por sermos
assim
TÃO incrivelemte diferentes
Poderia ser algo
pra sempre

E por sermos
TÃO irritantemente opostos
assim
Que é melhor colocar logo
um Fim

* Ana Suely Marques *

05/09/2009

Só Você

Quantas vezes sozinhos choramos
E do mundo ocultamos
Nosso pranto e dor?
Mantemos em segredo
Nossas angustias,
Nossos medos.

E nos esforçamos
pra que ninguém saiba
O que trazemos na alma ,
No coração.

Negamos
Que de ajuda precisamos
E nos prendemos
Nessa prisão

Quando vamos entender
Que não escondemos
NADA
De você?

Sabes ouvir
As dores do silêncio
Conheces todos
Os nossos sentimentos
Você traz
A consolação que queremos
Você dá
O abraço que precisamos

Você
Só Você
Enchuga nosso pranto
E nos ama
Mesmo sendo que somos

*Ana Suely Marques*

03/09/2009

Oceanos - Nono Capitulo

Gente desculpe por não ter postado no dia certo!!! Ontem foi uma correria só durante o dia, e não consegui entrar na net no meu almoço, a noite cinema (Fui assitir Os Normais 2 !!! MUiiiito bom), e qnd cheguei a net ao lado da pensão jah tinha fechado =( Pois é, sai da casa do meu irmão e t|ô numa pensão agora!!! Mas isso eu falo outra hora, vamos ao que interessa, ou seja ao conto! Rsss

Não entendi o sumiço de Nina, mas também não fiz nada para tentar ve-la.

Imaginei que ela estivesse perdida em algum oceano por aí... Depois do fracasso do seu "casamento" Nina nunca mais teve nada sério com niguém, estava sempre acompanhada, mas dificilmente a companhia era mesma depois de 1 ou 2 meses, e sua ultima companhia já durava 3 meses.

Achei que talvez ela tivesse se recuperado e por isso não insiti em ligar. Sabia que cedo ou tarde ela apareceria...

Ma um dia eu estava passando na rua de trás da casa dela e decidi ir até lá. Quem me atendeu foi uma moça estremamente magra, com os ossos da face evidenciados, principlamente pela palidez da mesma.
Tinha os cabelos presos de forma desleixada, olheiras enormes e um ar de tristeza.
Perguntei por Nina e ela disse:

- Poxa Leco, é só eu ficar sem ir na sua casa, que você não me reconhece mais?
- Nina?
- Sim !

Apesar do semblante triste tinha o mesmo bom humor de sempre e olhando melhor, era a Nina de sempre, sim! Mas eu fiquei sem jeito, não dava pra disfarçar minha angustia ao vê-la daquele jeito...

Conversamos sobre amenidades, sobre a galera, sobre os filmes que estavam em cartaz, ela não me falou o que acontecera com ela, e eu também não perguntei...
Logo dei uma desculpa qualquer e fui embora, não podia ficar lá por muito mais tempo, ela também não insistiu...

Sai de lá desnorteado.

O que aconteceu com meu amor, digo amiga?

30/08/2009

Tudo depende de como você reage as coisas da sua vida, e não as coisas em si!

28/08/2009

Expectativas...

(sempre elas)

É engraçado como vira e meche um determinado assunto acaba vindo a tona, não é verdade?
Alguém sabe me dizer, por favor: como podemos viver sem criar espectativas??? Eu simplesmente não sei, não consigo...

Antes de ontem eu estava nas nuvens, estava para receber a resposta de uma casa que eu tó de olho (desde antes de vir pra Pira, diga-se a verdade), sonhando alto e imaginando mil e uma coisas para fazer para ela. Me imaginei pintando as paredes, mandanda fazer uma estante que eu gosto, esolhendo cores alegres para o ambiente, imaginando o que poderia fazer para chamar meus amigos para "inauguramos" meu cantinho, etc e tal...

Pois bem, em um segundo vi todos esses sonhos desmoronarem na minha frente quando a dona da tal casa disse que ainda não estava disponivel, que ela pediu para a pessoa sair, que tava no advogado, mas ela n podia fazer nada, nem previsão tinha...

Eu fiquei muito decepcionada, fiquei triste, sentindo a minha antiga companhia (a deprê) batendo na minha porta. Fiquei triste com Deus, fiquei triste com o mundo todo... Então sai para andar, passei num amigo, conversei um pouco, fui a biblioteca devolver uns livros, fui no Sesc ver uma exposição que tá tendo... E fui pensando, pensando...

Eu tenho me sentido muito feliz de um tempo pra cá, mais leve, mais "eu". Então comecei a refletir tudo isso. O que tem me deixado tão feliz?

Viver um dia de cada vez!

Aproveitar as pequenas coisas, alegrar-me com a vida em si! Estar em contato diário com o criador de todas as coisas, Ir atrás de fazer o que eu gosto (E aqui quero abrir um parenteses, rs: Fui quarta no cine assistir "A Mulher Invisivel", sozinha de novo, meus amigos não gostam de filme nacional, e eu amo! Cara muiiiiiiiiito bom, ri muito... Vale a pena!).
Minha vida não tem sido a das mais fáceis nesses ultimos tempos, se eu parar para racionalizar a coisa eu sei que vou ficar louca... Não é que eu esteja tapando o sol com a peneira, estou simplesmente dando mais valor para as coisas boas e deixando rolar...

Deixar rolar...
Aí que tá!

Esse meu deixar rolar é simplesmente: confiar em Deus, eu coloquei na mão d'Ele, e eu sei que Ele vai fazer alguma coisa! Eu faço a minha parte, e nela está o principal fator: Não criar espectativas! Então eu deixo pra Ele fazer...

Me senti tão mal ontem, mas não foi em si pela resposta, mas pelos castelos que construi no ar... É tudo uma questão de não se pré-ocupar de coisas que estão por vir ainda... Se tá na mão do chefão, pra que que eu vou ficar me preocupando???

Sei lá, é dificil eu sei, é meio como que um exercicio diário, uma auto-programação, sei lá... Não é fácil crer em Deus o tempo todo. Minha fé é muito menor que um grão de mostarda. Mas eu o amo e sei que Ele vai agir!

E já agiu!!! Ontem mesmo consegui um quartinho numa pensão, agora pelo menos vou estr no meu cantinho até Ele completar o que tem que completar!!!

É isso ai, galerinha do bem...
Só tenho a dizer que a vida é boa, não a compliquem demais!!!

Descomplique-se e seja feliz!!!

Bjks

26/08/2009

Oceanos - 8º Capitulo

Voltando no tempo
Quando conheci Nina, estamvamos na 8ª serie. Foi amor a 1ª vista! Seu jeito esponteneo e cativante chamava a atenção de todo mundo, e comigo não foi diferente.

Mas não era só a simpatia, Nina era uma garota linda! Aquelke jeito meio moleca, aquele corpo todo mulher. Um rosto expressivo, um cabelo naturalmente lindo.

Decididamente, Nina era uma garota encantadora.

Ela era vice-presidente do grêmio, participava do grupo de teatro, dançava com as meninas na Educação Fisica, fazia parte do grupo de ciências e foi escolhida pelos professores para representar nossa escola em um concurso Miss Simpatia da cidade. Enfim tudo que apareciaa, Nina dava um jeito de fazer parte, de "dar sua contribuição", como ela dizia... E ainda ia bem nas matérias! Era super inteligente, os professores sempre diziam que ela teria um futuro brilhante.

Ela conversava com todo mundo, não tinha essa de ficar só no seu grupinho, e foi assim que nos conhecemos, um dia do nada ela chegou e falou que eu morava pros mesmos lados que ela, que ela sempre me via no caminho, e preguntou se podia ir embora comigo. Ainda era começo do ano, eu era novo na escola, e claro que já tinha sonhado com isso, também a via pelo caminho, mas nunca imaginei, nem nos meus melhores sonhos que isso se concretizaria!
Logo ficamos amigos "intimos", e aonde ela ia, me arrastava com ela. Por causa dela deixei de ser tão timido, embore falte muito para ter a desenvoltura dela, rsss.
Por isso, por essa minha timidez, eu nunca me declarei, e conforme o tempo foi passando, foi ficando mais complicado chegar e falar o que eu sentia...

Mas eu demonstrava!

Todo mundo via, e sei que ela sabia sim, mas nunca tocamos no assunto. Ela era essa menina, que beijava quem e quando queria, se apaixonava e desapaixonava com essa invrivel rapidez. Ela me dizia que estava a procura de um grande amor...
E eu ali!

Quando ela fugiu, eu era uma das unicas pessoas com quem ela ainda mantinha um certo contato, mesmo assim era rarissimo, mas acho que foi esse vinculo inquebrado que a fez pprocurar a mim, quando decidiu deixar aquela vida pra trás.

E desde então nos falamos todos os dias, nem que fosse um torpedo de bom dia. Pessoalmente não ficavamos mais de 1 semana sem se ver...

E agora esse sumiço, quase 2 meses sem noticias concretas de Nina...

22/08/2009

FLoR

E o dia se fez flor
E a flor desabrochou
E nasceu um novo amor
E as moças na rua sorriem
E as garotas na porta da escola riem
E as velhas na igreja rezam, e fofcam

E a flor enfeitou a vida
Trouxe uma beleza maternal
E a mãe em seus afazeres
Nem pode apreciar
E a vó em sua sabedoria
Não deixou o menino arrancar

E a vida fluiu
inalterada

Há vida na flor
FLor no dia
flor do dia
dia da flor


-------------------------------------
Na rodoviaria, esperando a hora de embarcar...
Uma grande viagem!
Buscarei meus babys p perto de mim! Para se Deus permitir nunca mais nos separarmos!!!!!!!!!!
Gente eu to meio mal hj, sei lá o q eh... Meu organismo tá de brincadeira comigo, só pode ser... Msms sintomas para diferentes coisas... UMa hora é glicosse alta de mais, outra baixa... A pressão tb oscila! EU nem sei mais o q pensar...
"Hj eu só quero que o dia termine bem"
O dia td na cama, nem trabalhei o periodo td... Ixi! Sai zica!!! RSss
Bjks

19/08/2009

Oceanos - 7ª parte

Quando sai do banho fui para o PC baixar um filme que eu queria assistir, aproveitei para abrir o msn. A Marina estava on-line e quase que automaticamente eu abri a janela pra falar com ela, a frase dela estava mais ou menos assim:
"Te fiz chorar, agora eu que choro", não entendi nada... E ela mudou a frase assim que me respondeu...
Fiz de conta que não percebi e perguntei o que ela queria falar comigo, mas ela foi evasiva e ao contrário do seu normal, demorava um tempão para responder-me. .

Contei que estava baixando a triologia de Hanibal e ela me falou que tinha um quarto tb "A Origem do Mal, e disse que estava super afim de ver, daí eu chamei p ela vir em casa e ela desconversou, disse "melhor não" e logo deu uma desculpinha e saiu...
Eu até estranhei seu comportamento, mas nem dei muita trela. Com o tempo aprendi a conviver com suas mudanças de humor...

Fiquei dias sem notícias dela, nenhum telefonema, e-mail, visita inesperada, scrap, nada!
Quem gostou disso foi Alexia, estava tão feliz que não conseguia disfarçar, na verdade era muito explicita quanto a isso.
Eu as vezes até ficava incomodado, mas preferia omitir pra não arrumar treta, afinal foi dificil ela me desculpar depois daquela briga...

18/08/2009

Querido Fulano

Olha, eu tentei!
Queria muito que as coisas dessem certo e que fossemos felizes até a morte vir nos separar...
Mas eu não tenho sangue de barata, e aquele amor todo que eu julgava sentir era mais frágil do que poderiamos supor...
Sei que você deve estar no minimo assustado de ler essas coisas.
Tah, eu devia ter falado isso pessoalmetne, deveria estar olhando nos seus olhos, talvez segurando suas mãos. Sei que deveria ser mais integra e tal, mas não dá!
Desde que vi você sem sapatos não consigo mais te olhar, não consigo pensar em você sem vontade de vomitar!
Desculpe, deveria omitir essa parte... Mas é bom! Voce tem que saber como eu me sinto...
Sempre tive aversão por pés.
Vc n devia ter ficado descalçoakele dia (eu avisei), eu não podia NUNCA ter visto seu pé.

E agora não há o que fazer
Não posso mais te ver

Estou deletando essa conta de e-mail, nem tente responde-lo.
Meu celular já é outro, por isso vc não está conseguindo falar comigo.
Espero que vc, msm não entendendo, respeite minha decisão e não apareça na minha casa. Vamos poupar mais sofrimentos, e não vamos envolver minha familia nisso.

Att.

Euzinha
Recebi esse meme do queridissimo Diego ! A proposta é escrever uma carta/e-mail terminando um relacionamento. Acho que minha carta ficou meio tonta, né? Mas queria dar uma desculpa bem esfarrapada msm, rsss, nesse ponto acho que atingi o objetio! Rsss..

Agora tenho que indicar 5 pessoas para fazerem a msm coisa, vamos lá nem sei quem ainda n parrticipou dessa "brincadeira", rsss.

- Mic
- Buh

Bjks pratds e até mais!

(Amanhã tem continuação de "Oceanos" NÃO PERCAM!!! Rss)

16/08/2009

Momento de Refexão:

As vezes precisamos de um tempo sozinhos para aprendermos a valorizar nossa própria companhia!

Só assim estaremos prontos para desfrutar da companhia dos outros...

14/08/2009

Ajuntamento

Hoje eu quero falar sobre essa Comunidade Alternativa Cristã que eu conheci e tenho ido...
(Meu intuito não é fazer apologia a nada, cd um segue a vida como quizer, e acho que tem um monte de igrejas e religiões diferentes por ai, exatamente por que tem muita gente diferente por ai!)

Eu sempre tive um lado espiritual, independente de religiões, sempre cri em Deus e em Jesus Cristo, e no decorrer da minha vida já fui em tudo quanto é lugar... E sempre fui de questionar as coisas...
Sempre tive o meu modo de ver Deus e não aceitava td o q me falavam tão de boa...
Na verdade eu digo que eu acredito naquilo que eu vivo, eu sei das experiencias que eu tive com Deus e com o mundo espiritual, então não adianta ninguém quere me convenser de outra coisa.
Pois bem, então de certa forma sempre tive algumas teorias, ou melhor fui tecendo elas no decorrer do tempo... E muitas delas vão contra o que as igrejas pregam por ai e tal...
Enfim estou em um lugar onde cada um pode pensar como quer pensar...
E onde posso fala sobre o q penso!

Por isso volto a dizer, existe um lugar pra cada um! Dependendo da sua cabeça, ds suas crenças, da sua evolução... Você não tem que mudar VENHA COMO VOCÊ ESTÁ !!!!
É isso, se Deus realmente ama a gente, se nos fez e tudo o mais, ele sabe como a gente é.

Servir a Deus não deve ser um fardo: "Alegrai-vos no Senhor!" disse o salmista... E eu creio nisso, em ser feliz, e não ficar a vida toda sentindo-se culpado por não ser perfeito!

Eu estou feliz!
E vc???



12/08/2009

"Eu não me sentia solitário até haver algo pelo que anciar
Solidão e anceio são duas faces da mesma moeda"
Jostein Gaarder em "O Vendedor de Histórias"

Desde que decidi que quero voltar a namorar tenho andado meio aflita, sei lá...

As pessoas me dizem que devo sair para conhecer pessoas (leia-se "homens") novas , e eu tenho feito isso!
Tenho ido aos lugares que gosto, feito as coisas que eu gosto, e ai esta o problema... Analisando bem, acho difícil encontrar alguém num desses lugares...
Mas também penso que se quero encontrar alguém que valha a pena, alguém que goste das mesmas coisas que eu, que lugar melhor para conhece-lo que um lugar que eu gosto?

Mas meus passeios são desses solitários, gosto de andar por ai, olhando e admirando as coisas, buscando a poesia escondida nas pequenas coisas... Gosto de ir ao shopping e olhar as coisas que nunca vou comprar, de ir a exposições, sejam de fotos, telas, objetos ou seja lá o que for... Gosto de ir a biblioteca, escolher um livro e le-lo do inicio ao fim, ou sentar numa pracinha qualquer e escrever... Gosto de ir a parques e observar a natureza, de tirar fotos, de andar sem destino... Gosto de ir ao cinema sozinha...
Etc, etc, etc...

E o pior de tudo é que eu fico totalmente absorta em mim mesma e não consigo reparar no que acontece a minha volta... Então me diz, como alguém vai me notar se fico invisível?

Outra coisa é sobre o tipo de pessoa que quero encontrar...

Primeiro lugar: um apreciador de poesias! Quando digo isso as pessoas me olham estranhamente e em geral dizem que homens não gostam de poesia... Mentira! Eu conheço muito homens que gostam sim, que até escrevem... Tenho lido muitos blogs masculinos bem interessantes. Mas a questão aqui não é gostar de qualquer poesia, e sim da minha, de não só dar valor como admirar esse meu lado poetisa e me inspirar a escrever mais e mais...
Segundo lugar: Que goste de crianças, afinal tenho 2! Rsss E que aceita esse "brinde" que vem comigo, que trate meus filhos como seus, sem querer ocupar o lugar de pai deles...

Acho que esses dois pontos em si já diminuem bastante a porcentagem de homens para eu me relacionar, não é mesmo???

Quero deixar enfatizado que não estou desesperada, só estive pensando dobre o assunto e decidi compartilhar com vocês... O que acham sobre isso? Devo frequentar outros lugares para aumentar a chance de conhecer alguém? Ou continuar indo onde eu gosto???

Me empolguei! (como sempre!)

Bjks e até mais

11/08/2009

Oceanos - 6ª parte

- Oi Marcelo, voce vai sair hoje?
- Ainda não programei nada...
- Então nem programa, vou passar ai, ok?
- Tah !?!

Estranhei aquele telefonema, Nina não era de ligar avisando que ia passar em casa, muito menos de me chamar pelo nome! Mas tudo bem, pensei... Vai ver é só mais um de seus surtos!
Fui tomar banho e nem lembrei de ligar para Alexia para ela não vir, alias pensei que não teria problema, afinal as duas já haviam se tornado amigas, e muitas vezes saiamos os 3, ou 4...

Eu estava saindo do banho quando ela chegou, ela ainda tinha os cabelos molhados, aqueles lindos cabelos vermelhinhos escorridos e umidos. E eu estava enrolado na toalha, uma toalha branca e felpuda, que não conseguiu esconder meu entusiasmo ao ve-la tão linda naquele vestidinho florido. Até aquele dia ainda não tinha rolado entre nós dois, mas naquelas condições acabou rolando. Nosso beijos nunca foram tão quente e senti-la junto ao meu peito nu me fez deseja-la nua também.
Foi tudo natural e espontaneo, nossos lábios não se desgrudaram por um momento se quer., nossos corpos se atrairam, se completaram e se sastifizeram.
Dançavamos no ritmo do nosso amro quando a porta do quarto se abriu.
Sim era Nina.
Ela pediu desculpas e saiu apressadamente, vi em sua face uma lagrima solitária e no impulso fui atrás dela sem nem me vestir, mas ela já estava na rua.
Qo voltar para o quarto Alexia estava em pé sem saber se se vestia ou não, olhava de um lado para o outro procurando suas peças de roupa.
-Não dá mais pra continuar com isso Marcelo! Essa presença constante da Marina... Ela tem que parar de chegar sem avisar, entrar sem bater...
- mas a Nina ligou!
- Paaaaaaaaaaaaara! Não aguento você chamado ela de Nina!
- Mas eu sempre a chamei assim.
- É você sempre fez tanta coisa... Mas dá pra parar? Por que mesmo quando ela não está, ela tá...
- Nossa calma linda - falei passando as mãos em seus cabelos.
- Nada de calma Marcelo! Eu não tô calma e...
Nisso o telefone tocou e eu no instinto fui atender no andar de baio, deixando-a falando sozinha. Alexia (e todas as mulhers do mundo! VAmos concordar?) odeia que a deixem falando sozinha
Nem tive tempo de retornar para o quarto, ela ja se vestira e descia as escadas, tentei impedi-la, pedi para voltarmos para o quarto, continuar de onde paramos, mas até eu sabia que não tinha mais clima...
Ela foi embora sem nem me dar um beijo, ponto! aora tinham 2 garotas com pit!
Lembrei de Marina, o que será que aconteceru com ela? Pensei em ligar, mas meu corpo precisava de um outro banho...

09/08/2009


Pai vc foi meu heroi
meu bandido
e hoje é mais muito mais
que um amigo

Por isso eu vivo em paz!
Tá eu sei que essa música é bem cliche... Mas sentimentos em geral o são... (Ou não?)
De qq forma essa música combina bem comigo, com minha história com meu pai.. E a ouvi muito na infância com ele, então pq não usa-la para homenagear esse que foi sim tudo isso que a música diz???

Pai: quero lhe falar o quanto eu te amo! A vida nos tem afastado sim, mas jah estivemos muito mais distantes, pelo menos sentimentalmente falando! Hj eu sei q posso contar com vc, e vc tb sabe que pode contar comigo...

Feliz dia dos Pais (apesar de ja estar no finzinho, rsss). Sò pra n passar totalemtne em branco!

Bjks



05/08/2009


Não adianta querer,
Desejar,
Buscar.

Não adianta pedir,
gritar,
correr atrás.

Não adianta rejeitar,
dizer não,
correr dele.

Ele tem vontade própria,
aparece
. quando bem quer!
E vai embora
Quando você não quer

* Ana Suely Marques*
Uma poesia,pra matar as saudades! Rsss
Gente, eu decidi continuar o conto, acho que ainda tem muita coisa para trabalhar nele, muita coisa pra falar sobre os personagens... Eu não queria me estender no blog para não tomar o tempo de vocês, mas devido um incentivador, vou levar meu projeto adiante... Mas não quero deixar de postar outras coisas, então vai ficar assim, toda terça-feira eu postarei um capitulo de "Oceanos"...

E ai o que vcs acham???

Nos outros dias pretendo continuar postando poesias, coisas sobre minha vida e tudo o mais que sempre postei...

Bem até mais então, e não deixem de dar a opinião de vcs!!!!

Bjks

01/08/2009

Oceanos - 5º e ultimo capitulo.


Tudo fica bem quando acaba bem! E ver Nina voltar a ser a garotinha serelepe de sempre me proporcionou uma felicidade imensa.
Ela não sumiu como eu havia previsto, vem sempre comer chocolate comigo, mas agora ela mesma se encarrega de traze-los. Sempre que sai uma novidade "chocolatea" pode ter certeza que Nina vai aparecer!
Algumas coisas continuam inalteradas, como o fato dela ficar uma graça com os cabelos soltos. Só que agora eles estão ora loiros, ora vermelhos, negros, dependendo do humor de Nina. Até de azul ela já pintou!

Ela que sempre foi otima desenhista, está trabalhando como tatuadora, e é uma otima profissional, fico encantado em ver seus trabalhos, tanto que eu, o Leco "quadradão" estou pensando em fazer uma!
Tenho que contar, a Marina fez uma nela mesma, uma um tanto inusitada pra mim: Uma barra de chocolate mordida, disse que é pra sempre se lembrar de mim!

Mas não é o que pode parecer, Nina esta navegando em outro oceano... As vezes penso porque não nasci com olhos azuis, depois rio de mim mesmo. Sei que nada iria alterar o sentimento de Ninia por mim, ela me ama como ninguém nunca vai me amar! Ela me conhece por dentro, sabe meus defeitos, detalhes da minha vida! Sabe como me fazer rir, e respeita meu jeito caladão, no entanto consegue destinguir se estou feliz outriste, sem que eu precise me expressar... Mas, tá eu sei que ela nunca vai me amar da maneira que eu gostaria. E com o passar do tempo aprendi a conviver com isso, A me contentar com sua amizade e as vezes até penso que ´emlhor assim, pq n gostaria de perder essa amizade por nada no mundo!

E penso também que esse amor é bonito assim: dessa maneira utopica!
E que tem amores que nasceram para nunca se concretizar

E tem essa ruivinha de olhos azuis...

Pois é eu também me deixei perder em um oceano!!!!


Espero que tenham realmente gostado desse meu conto, que o final n tenha decepcionado e que o titulo escolhido tenha se encaixado... Rsss
Na verdade esse é meu primeiro conto!

Mas sejam sinceros, n precisam elogiar apenas p agradar, heim???

Bjks e até mais...

31/07/2009

Um conto - 4º capitulo

como se adivinhasse meu pensamento, Nina soltou seus cabelos cobrindo parte de seu rosto. Se bem que não sei não, se ela não fez isso para me provocar, ela sabe como gosto dela de cabelos soltos!
Pensamento besta esse, eu sei... Até parece que ela iria se lembrar disso, e mesmo se lembrasse...
Voltemos aos fatos, Nina realmente estava mudada, mas acho que de uma forma mais positiva do que ela própria suponha. Ela estava mais madura, mais realista, acho que enfim adquiriu um pouco dessa tal racionalidade que ela sempre de certa invejou em mim... Logo de mim que sempre me odiei por não ter a espontaniedade dela para fazer as coisas que gostaria, tudo bem que isso fez com que chegasse aos 25 sem nenhuma grande decepção, mas tb nenhuma grande emoção!
De qualquer forma se em tudo na vida a gente aprende uma lição posso dizer que Nina aprendera a dela com louvor!

Agora ela se dirigia a geladeira e se servia de aguá, eu gostava de ver como ela se sentia a vontade em minha casa, como não tinha cerimonia, depois foi até o telefone e disse q ia ligar para o pai dela, achei melhor deixa-la só nesse momento tão delicado...
Quando retornei minutos mais tarde, vi que ela enxugava algumas lágrimas, mas as engoliu e tentou ser natural, coisa impossível, pelo menos na minha presença. Será que ela não sabia o quanto eu a conhecia, e que mesmo se não tivesse a pego no "flagra" saberia que chorou? Que mesmo se não estivesse com o rosto vermelho, eu saberia pelo tremor de suas pálpebras q havia lacrimejado mais que o normal?
Nina, Nina... Se soubesses o quanto te conheço!


Logo o som estridente da campainha ecoou pela casa toda, Nina simplesmente se levantou e sem dizer nada foi a passos mudos em direção ao portão, suspirou fundo e me olhou como se pedisse boa sorte! , era seu pai. Foi emocionante o reencontro dos 2, faziam uns 11 anos que não se viam! Agora eu sabia que seu choro não era tristeza. No fundo ela sabia que seu pai a perdoaria assim que ela pedisse, mas ela sempre foi orgulhosa, nunca quis dar o braço a torcer. Mas enfim, a vida a fez ver o q realmente é importante na vida, e cá estava a dar o passo mais importante para sua nova vida.

Eu me sentia privilegiado por estar com ela nesse momento, mas ao mesmo tempo sabia que isso talvez nem significasse tanto assim pra ela. Quer dizer, pra ela eu era como um irmão, e foi isso mesmo que ela me disse ao se despedir!

(Nina, Nina... Se vc soubesse como gostaria de cometer incesto com vc!)

CEM POST'S !!!


Não posso deixar de celebrar a expressiva marca dos 100, não é mesmo?
E tenho que compartilhar com vocês que me acompanham e deixam comentários no meu humilde blog a felicidade que blogar tem me proporcionado!!!
Escrevo desde que me entendo por gente. Desde que aprendi a escrever! Mas antes já inventava histórias, fazia poemas...

Escrever faz parte da minha rotina
Já foi vicio
Já foi salvação

caneta e papel: São itens que não podem faltar na minha bolsa! Além do blog tenho cadernos que levo pra cima e pra baixo! Tem um pequeno pra caber na bolsa pequena. Tem uma agenda e tem + outros. Pq se não acho 1, uso o que tiver...

E poder compartilhr com vcs meus escritos, e ter esses "fedbacks" diários. tem sido incrivel!
Gente obrigada pelo carinho de todos...

E que tal uma poesia para comemorar? (Depois continuo o conto)

---------------------------------

Canção do amor que chegou

Eu não sei, não sei dizer
Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim

Coração, põe-te a cantar
Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim

in Poesia completa e prosa: "Cancioneiro"

Vinícius de Moraes
(E não, não estou apaixonada por ninguém, apenas pela vida!!! Quer copisa melhor???
Bjks

29/07/2009

Um conto - 3ª parte

- Você estava certo Leco, eu deveria ter te ouvido: a voz da razão! Você sempre foi assim não é mesmo? RACIONAL! Já eu sempre tive essa queda por olhos azuis... Me perdi naquele oceano
- Oceano de confusões, só se for...
- É de novo está certo, eu acabei com minha vida.
- Também não é assim Nina!
- Nossa quanto tempo não me chamam assim.
- Desculpe.
- Não, eu gosto! Me traz boas recordações de quando eu era feliz e não sabia!
- Que pieguisse, Nina, logo você!
- Pois é, mudei muito!?.

Sua voz tinha um misto de questionamento, afirmação e suplica, como se minha resposta pudesse alterar alguma coisa... Depois dessas poucas palavras ela se perdeu em seus pensamentos, e eu nos meus claro.

Queria lhe abraçar e dizer o quanto eu sentia por tudo. Queria falar o quanto eu queria estar errado dessa vez, que faria tudo para não vê-la sofrer.

Me lembrei de quando anos antes sentados naquela mesma mesa ela me disse que estava pensando fugir, lhe falei que era loucura e tal, mas não achei que ela faria mesmo. Ela tinha conhecido um cara mais velho, que tinha esse jeito largadão, sabe? Estilo pegador e encrenqueiro. Mas seus olhos azuis enfeitiçaram minha amiga e ela não ouvia mais nada, e não via o óbvio: que um encrenqueiro só teria encrenca a acrescentar em sua vida!
Como seus pais não aceitavam o namoro, ela planejou sua fuga, mas acho que ele também não achava que ela faria mesmo, e por isso a incentivou. Logo no começo ela já teve problemas com ele, e no final sei que ela acabou passando por maus bocados. Ela trabalhava para sustenta-lo, e ele a traia sem nenhuma cerimonia, e ainda batia nela, parece. Sobre isso ela nunca me confessou, mas seus hematomas denunciam as agreções.

28/07/2009

Um conto - 2º capitulo

- Oi que bom que você está em casa.
- Que bom que você veio.
O olhar dela estava assustado, temeroso.
- Ele ligou?
- Não.
Ela olhava a rua, afastando a cortina para o lado.
- E se ele vier aqui?
- Calma Marina, ele não virá.
- Você tem? - Perguntou-me indo em direção a cozinha...

Claro que eu tinha! E se não tivesse teria ido buscar assim que ela me ligou. Mas ela não esperava respostas, nem queria saber de mais nada, ela sabia o "esconderijo" e mal havia chegado, já mergulhava em sua terapia alimentar.

De repente me veio a imagem da época de colégio, todo dia na hora do intervalo Marina me procurava com aqueles olhinhos brilhando para compartilharmos nosso maior vício, e mesmo agora anos mais tarde, o chocolate continuava sendo uma forte ligação entre nós dois. Ela sabia que podia contar comigo, mas mais que isso sabia que eu nunca ficava sem esse ouro negro, como chamávamos lá atrás.

E eu gostava tanto de vê-la saboreando devagarzinho o chocolate, ela lambia e deixava ele derreter na boca, fiquei me imaginando derretendo naquela boquinha tão linda que ela tinha. Chacoalhei a cabeça, como quem acorda de um sonho, peguei um pedaço para mim e sentei ao seu lado.

Sabia que naquele momento ela não falaria nada, que provavelmente iria embora depois que acabassem as 7 barras que eu tinha armazenadas, mas pra mim poder estar ao lado dela bastava. Sei que ela também apreciava minha companhia. O mais impressionante para mim era o efeito do chocolate nela, antes de ir sei que ela abriria aquela matraca e falaria sem parar sobre os acontecimentos dos últimos anos e sobre seus planos para o futuro...

Quase nunca eu tinha oportunidade de falar quando estava com ela, mas ouvi-la era tão bom que eu quase não me importava com isso...

Oi pessoal! Eu demorei para postar a segunda parte por que estava acertando umas coisas por aki. Estou muito feliz e claro que preciso compartilhar com vocês que me acompanham, os últimos acontecimentos da minha vida...

Enfim fui buscar meus filhos e eles estão aqui comigo agora!!!

Imaginem como estou feliz!

Bem quanto ao conto, vocês viram que ele ainda não tem titulo, né? Rss . É que eu costumo colocar titulo apenas quando termino de escrever, e esse eu estou escrevendo on line...

Até sábado eu espero colocar a outra parte! Apesar que agora com os meninos aqui minhas navegações tendem a diminuir... =(

Bjks