03/09/2009

Oceanos - Nono Capitulo

Gente desculpe por não ter postado no dia certo!!! Ontem foi uma correria só durante o dia, e não consegui entrar na net no meu almoço, a noite cinema (Fui assitir Os Normais 2 !!! MUiiiito bom), e qnd cheguei a net ao lado da pensão jah tinha fechado =( Pois é, sai da casa do meu irmão e t|ô numa pensão agora!!! Mas isso eu falo outra hora, vamos ao que interessa, ou seja ao conto! Rsss

Não entendi o sumiço de Nina, mas também não fiz nada para tentar ve-la.

Imaginei que ela estivesse perdida em algum oceano por aí... Depois do fracasso do seu "casamento" Nina nunca mais teve nada sério com niguém, estava sempre acompanhada, mas dificilmente a companhia era mesma depois de 1 ou 2 meses, e sua ultima companhia já durava 3 meses.

Achei que talvez ela tivesse se recuperado e por isso não insiti em ligar. Sabia que cedo ou tarde ela apareceria...

Ma um dia eu estava passando na rua de trás da casa dela e decidi ir até lá. Quem me atendeu foi uma moça estremamente magra, com os ossos da face evidenciados, principlamente pela palidez da mesma.
Tinha os cabelos presos de forma desleixada, olheiras enormes e um ar de tristeza.
Perguntei por Nina e ela disse:

- Poxa Leco, é só eu ficar sem ir na sua casa, que você não me reconhece mais?
- Nina?
- Sim !

Apesar do semblante triste tinha o mesmo bom humor de sempre e olhando melhor, era a Nina de sempre, sim! Mas eu fiquei sem jeito, não dava pra disfarçar minha angustia ao vê-la daquele jeito...

Conversamos sobre amenidades, sobre a galera, sobre os filmes que estavam em cartaz, ela não me falou o que acontecera com ela, e eu também não perguntei...
Logo dei uma desculpa qualquer e fui embora, não podia ficar lá por muito mais tempo, ela também não insistiu...

Sai de lá desnorteado.

O que aconteceu com meu amor, digo amiga?

3 comentários:

Érica disse...

Será que eles ficam juntos? Eu queria que ele cuidasse dela, acho que ele tem tanto pra oferecer, porque ela é assim? Cega.
Beijos querida

Jaime Guimarães disse...

Oi, Aninha.

Acho que alguma coisa se perdeu neste trajeto todo...talvez a afinidade, quem sabe? O encanto...

Note..."acho"..."talvez"...quem sabe o que se passa em um coração?

Bjs!

R.Vinicius disse...

"É o retrato do tempo, não?" Tudo soma, mas e no fim, o que resta? Abraço.