26/09/2009

interrogations

a tanto tempo esperei
conhecer alguém
do nada
e foi assim que te conheci
como nao ia me apegar?

mas do nada também, te perdi
como não vou te procurar?

mas do nada
pode-se fazer algo
pode-se criar algo?

era nada
nada é
nada será
não há o que pensar

mas eu penso!
penso em nada?
se não penso em nada
quer dizer que não penso?

* Ana Suely Marques*

5 comentários:

R.Vinicius disse...

Quer dizer que estás a conjecturar sobre algo "que talvez tenha sido pouco" para ser concreto. Eu estou bem (apenas sumido). Abraço.

Aninha disse...

Vc pegou bem a alma da coisa, quer dizer, do "nada", rsss!!!!

Fico feliz sabendo que estas bem!

Menina Misteriosa disse...

Pra te fazer pensar não foi um simples 'nada'...
Boa semana,
Beijos

Jaime Guimarães disse...

Oi, Aninha!

O "pensar em nada" pode ser um processo criador, sabia?

Pois é a partir de onde não há que se pode primeiro planejar, depois construir. E colher.

bj!

ventosnaprimavera disse...

Poesia linda e bastante profunda. Seu blog é uma beleza, já sou seguidor. Você visitou o meu de HAIKAI, visite também o outro de poesias.Arnoldo Pimentel

http://ventosnaprimavera.blogspot.com