07/09/2009

Poderiamos ter
algo especial
Se pra você
tudo não fosse
assim
TÃO banal...

Poderiamos viver
uma aventura
gostosa
Se eu não fosse
assim
TÃO anciosa

Poderiamos viver
um grande
e belo
amor
Se dessa palavra
você não tivesse
TANTO horror

Somos como
noite e dia
tristeza e alegria
Bala e bolo
Ameba e polvo

E por sermos
assim
TÃO incrivelemte diferentes
Poderia ser algo
pra sempre

E por sermos
TÃO irritantemente opostos
assim
Que é melhor colocar logo
um Fim

* Ana Suely Marques *

3 comentários:

Érica disse...

Que singelo esse poema em versos e rimas. Adorei. Uma flor.
Beijos

Jaime Guimarães disse...

Ficou muito bonito, Aninha! Legal mesmo, apesar do...fim. rsss

Bjks!

R.Vinicius disse...

Sempre tem um fim. Na realidade o trágico é não sabermos quando é o seu inicio. Abraço.