24/07/2009

Um conto - 1º Capitulo.

E ela nem olhou pra trás...

Vistiu seu jeans de sempre, sua bota e aquela blusinha que eu adoro, colocou suas coisas na bolsa, conferiu com o olhar se não estava esquecendo nada e ainda bateu a porta!

Passou o batom enquanto andava, depois fez o rabo de cavalo de sempre e nem se importou com a chuva que caia.

Só conseguia pensar nas palavras de seu pai:

"Você tem que encontrar a força que existe em seu interior."

Esperava que ele a perdoasse e a aceitasse novamente em casa. A unica coisa que ela queria, era olhar pra frente.

Agora ela sabia que tinha mesmo a força. Se sentia forte e viva! Como a muito não acontecia...

Quando entrou no onibus nem quiz sentar, ficou bem próxima a porta como se isso fosse faze-la chegar mais rápido.

Ah se eu tivesse um carro! Eu msm a levaria.

Ela sempre soube que não podia contar com ninguém. E agora estava novamente nas mãos de um belo rapaz!

Ou melhor estivera...

Chegou a se perder de si. Seus atos não condiziam com aquela garota que eu conheci na 8ª serie. Ela se deixcou levar e sem perceber a mudaram, a moldaram e qaundo viu não se pertencia mais! E a verdade é que ela não tinha força pra voltar atr´´as.

Até o incidente.

E as palavreas de seu pai lhe cairam como luvas! E nelas se encontrou e encontrou a força adormecida. Passou a pensar e seus pensamentos a fortaleciam. Pensou que se todos os dias arrumamos os cabelos, porque não arrumava seu coração?

E seu coração estava tão bagunçado!

E a vida dela estava tão vazia...

Os dias eram poeira. Iam e vinham ao sabor do vento.

Ah, o vento! Enfim soprou de maneira forte o bastaante para provocar a mudança!


E agora ela estava vindo ao meu encontro!

Como são as coisas, logo eu!

Com tanta gente no mundo e ela tinha que ligar pra mim?


Estou me arriscando pelo mundo dos contos, a muito não escrevo um, vamos ver no que vai dar, rsss!
Esse é o primeiro capitulo, logo post o segundo

Bjks

9 comentários:

Anjo vermelho disse...

Hum ta muito bom....
adorei a forma que descreveu as cenas...

to aguardando o proximo..!!

Bom fds!!
desculpe ter sumido,é muito serviço..mas tode volta!!

beijos enormes em seu coração

Silvio Koerich disse...

Quero ver no que vai dar

B. disse...

Pra quem não faz contos há um tempo,está muito bom ;D

Ela parece comigo,contigo,com nós mulheres,que damos nosso coração assim de bandeja!

Viu quem voltou ?

=*

Hod disse...

Olá Aninha!! Vim do blog da Amiga do Cafa, para conhecer seu espaço e dou de cara com um conto..Adoro contos, são descompromissados... nada mais prazeroso que soltar a linhas da imaginação.!!!

Convido-a conhecer minhas atmosferas no Olhar de Carpe Diem para o Século XXI
http://carpediem-hod.blogspot.com/

Infinitas bençãos neste final de semana!!

Aloha!!
Hod.

meus instantes e momentos disse...

é bom voltar aqui.
volto pra ler com calma, beijos , apareça
Tenha um ótimo domingo.
Maurizio

Cris disse...

hummm cade o outro capitulo??/ Me prendeu, quero quero q vc poste logo,rsrs. Beijos flor boa semana

Menina Misteriosa disse...

Oi! Conheci seu blog hoje e já encontro este lindo conto...
Eu gostei. E já espero a continuação!
Parabéns!
Beijos

Érica disse...

Eu adorei. Uma história sustentada na coragem de mudar, de seguir. Acho que não é só ela que está só, acho que todos de alguma forma estamos. Mas se ela encontrou um ombro amigo, melhor. Um dia tomo essa coragem, e vou embora.
Vou agora ler o segundo capitulo. rsrsrs..
Beijos

R.Vinicius disse...

"- Ana continue seu caminho nos contos, pois o faz bem. Acrescento sobre o final - no qual vi poema, versos soltos sobre a mudança."

Abraço,
R.Vinicius