29/06/2009

(esse sim é sobre vc!)



Arde e teus graves olhos a tristonha
E muda exposição do amor desfeito
-Esse encanto fugaz que a gente sonha
Conservar toda a vida em nosso peito

É que o mundo é este antro de peçonha
Que adultera o que é puro e o que é perfeito
A ventura mais longa e mais risonha
Morre sob lençóis do próprio leito

Entretanto prossegue,não desiste;
fecha logo o caixão dos sonhos mortos
E sepulta isso tudo quanto é triste!

Não te afogues no amor que se desfez
- Ser feliz é seguir por muitos portos
E morrer de amor mais de uma vez
Marcos Ferreira de Souza

Foi inevitável, lembrar de VOCÊ ao ler esse poema.. Ainda mais depois do seu ultimo post!

B. TE S2 e desejo de coração que vc seja muito feliz minha linda!

6 comentários:

Érica disse...

Morrer de amor mais uma vez...
Porque uma vez não existe. Uma vez é nunca.
Adoro vim aqui, adoro seu carinho.
Beijos

Fernanda Carlos disse...

Que lindo poema! *--*
Obriigada por ir ao meu blog! :D
Beeijo :*

Poeta de um mundo caduco... disse...

Aninha...
Q escolha perfeita!
Nunca havia lido... Mto bom...

"É que o mundo é este antro de peçonha
Que adultera o que é puro e o que é perfeito..."

Adorei...

Bjinhos.

Cris disse...

Gostei dessa frase: Não te afogues no amor que se desfez
- Ser feliz é seguir por muitos portos

é bem minha filosofia hj.
Boa semana. Bjs

B. disse...

Combina comigo mesmo,especialmento o final!

é engraçado como conhecemos um ao outro em um simples texto. ;D



Eu to andando até o outro porto :P


=*

Rhaissa disse...

Uaau, eu leio os textos da B.
e tinha acabado de ler o texto dela quando vim ler o seu.
Fiquei impressionada rs.

Lindo poema, lindos blogs (ambos)
e tambémd desejo tudo de bom pra B.

:}
pras duas.

bjss