26/09/2011

Eis que meus versos
são meu choro
As palavras
minhas lágrimas
É assim que eu desabafo,
me desintoxico,
me renovo...
É mais que terapia!
É minha própria vida...
É mais do que rimar...
É como respirar!
Assim que me aclamo
e coloco ordem
nas idéias...
É assim que MUDO DE IDÉIA
(ou me convenço delas)

2 comentários:

Cacá - José Cláudio disse...

E é aqui que eu alimento o espírito (com linda poesia). Adorei, Aninha! Abração.

Alice disse...

O jeito que temos e nos convencer de alguma verdade e seguir em frente ,pode dar certo !